Jules e Maggy Harsch Fischbach – O casal de Luxemburgo

Jules e Maggy Harsch Fischbach – O casal de Luxemburgo

Jules e Maggy

A sra. Maggy e o sr. Jules Harsh-Fischbach vivem em Hesperange, Luxemburgo. Desde aproximadamente 1983-1984 eles se dedicam à recepção de vozes em fitas magnéticas. Após dois anos utilizando o sistema de E.V.P. ( Eletronic Voice Phenomenon – Gravação de vozes em fitas  magnéticas ), tentaram o SPIRICOM,usando a mesma faixa empregada por G.W. Meek e John O`Neil.

Muito atuantes o “casal de Luxemburgo” como são conhecidos freqüentavam todas as  reuniões e congressos. Eles recebiam transcontatos diretos com as vozes que vinham diretamente do auto-falante ou do rádio – não dependendo portanto da reprodução de fitas gravadas para serem percebidas.

O casal está há algum tempo, à disposição de “três pontes” diferente. Eles tanto recebem transcontatos orais (rádio,telefone), quanto em vídeos e comunicações através dos computadores.

Eles recebem transcontatos da cientista desencarnada Swejen Salter,  pelo computador.

Foram instruídos a construir dois sistemas para transcomunicação.O primeiro sistema chama-se:

Sistema Eurisignal Bridge – Consiste basicamente por dois rádios receptores FM, sintonizados em torno de 86 MHz e um pequeno aparelho de TV portátil, em branco e preto,sintonizado em um canal livre, do qual apenas a parte do áudio é usada.

O segundo sistema chama-se:

Sistema Piezoelétrico – GA –1–  Consiste de um gerador à baixa potência de ondas quadradas, com uma freqüência fundamental na faixa dos  KHz, bem como duas lâmpadas ultra-violeta  e uma incandescente pisca-pisca. As vozes são ouvidas claramente através de um dos auto-falantes. O sinal de entrada é sintonizável. É capaz de sustentar uma conversação em dois sentidos, grandemente livre de ruídos pertubadores com praticamente cem por cento de inteligibilidade,durante até dez minutos de duração.

O ruído de fundo dos seus equipamentos é notadamente reduzido, bem menos do que o do SPIRICOM.

A estação de contato do “Além” responsável pelas mensagens ao sr.Jules e a sra. Maggy ficou conhecida como Zeitstrom ( Rio ou corrente do Tempo ).

Entre os espíritos técnicos orientadores que se comunicam com o casal está o próprio Dr. Konstantine Raudive, uma entidade feminina com expressivo conhecimento em Física de nome Swejen Salter e uma entidade não-humana, que se apresenta sob pseudônimo de “o Técnico”.

Vários contatos foram estabelecidos através destes sistemas anteriormente citados : O ESB e o GA – 1.

Comunicações com o Dr. Konstantine Raudive e “ o Técnico” estabeleceram-se em fevereiro e dezembro de 1986 e estendendo-se até 1987.

Na segunda fase dos experimentos e contatos do casal de Luxemburgo à partir de novembro de 1987 apareceram novos Espíritos que juntamente com “ o Técnico” fortaleceram as Transcomunicaões por diversas modalidades: via telefone,rádio,computador e vídeo. ( A Ponte de Burton )

Vale ressaltar que à partir desta segunda fase ,os contatos começaram a ser produzidos com uma predominância muito mais tecnológica e com resultados extraordinários obtidos, não somente com quantidade mas com qualidade.

Em 4 de outubro de 1986 o casal conseguiu junto com seus colaboradores,realizar sua primeira gravação paranormal de imagens de vídeo.

Em 1 de julho de 1988 conseguiram também a primeira recepção de uma imagem em transvídeo com transmissão simultânea de som.

Hoje, o CETL – Centro de Estudos de Transcomunicação de Luxemburgo mantém intensas atividades.

E como o trabalho não cessa, eles entraram na fase ( terceira ) dos computadores,desde 1988.

 

Bibliografia:

1-    Transcomunicação  – Comunicações tecnológicas com o mundo dos “mortos”.  Clóvis S. Nunes.  Edicel. 6ª edição

Posts Relacionados