Friedrich Jüngerson

Friedrich Jüngerson

Jüngerson nasceu em Odessa, na Rússia, era de origem Judia e de nacionalidade Sueca. Friedrich teve que abandonar sua carreira de cantor de ópera devido a uma doença. Dedicou-se após o ocorrido a pintura e a ornitologia (parte de zoologia que se dedica as aves).

Após a II Guerra mundial ele vai para a Suécia e instala-se em Estocolmo. Era poliglota falava seis línguas ( Russo, sueco, italiano , alemão, norueguês e inglês).

Pioneiro em registrar características anômalas das vozes.

Friedrich encontrava-se, então, na sua residência secundária, em um belo dia de verão, numa sexta-feira, dia 12 de junho, às 14 horas, em Estocolmo, Suécia.

Jürgenson ligou os aparelhos para gravar os gorjeios dos pássaros quando foi surpreendido por uma música de um trompete, depois um gorjeio de um pássaro noturno e por fim para surpresa dele, uma voz em norueguês!

Foram-se inúmeras gravações realizadas por Jürgenson e vários equívocos na escuta e interpretação, até poder educar seu ouvido para reconhecer as vozes peculiares e seleciona-las dentro de outros ruídos emitidos pelas estações transmissoras terrestres.

Jürgenson menciona que não teria avançado tanto em seu trabalho com o uso do rádio se não tivesse a sempre presente entidade espiritual Lena, ao qual tinha a tarefa de ser a sua “assistente de rádio”.

Assim, com esse novo método de contato pelo rádio, Jürgenson gravou centenas de fitas e nunca mais abandonou o uso dele. Até hoje os transcomunicadores usam o rádio em preferência ao método que utiliza apenas o microfone.

Posts Relacionados