Adolf Homes

Adolf Homes

Adolf Homes

Reside em Rivenich, Alemanha. Especialista em antiguidades, no final de 1987, através de um anúncio do jornal Kennen, Adolf Homes solicitava relacionamento com interessados na pesquisa em gravação de vozes paranormais, por EVP.

Através desse anúncio, associou-se a Friedrich Malkoff. Antes de se conhecerem, cada um dos dois fá fazia suas tentativas para conseguir gravação de vozes, em fitas magnéticas.  Quando se uniram, passaram a obter melhores resultados.

No início de 1988, Adolf Homes e se amigo Malkoff, procuraram obter apenas gravações da voz da falecida mãe de Adolf, a qual ele não havia conhecido, pois morrera assim que ele nasceu, em 1935. Todavia, ele sempre pensou em sua mãe e tinha muita vontade de se comunicar com ela. Esse foi o ponto de partida para o seu interesse pela Transcomunicação.

Começaram, então, a se valer do EVP e do rádio. As tentativas eram feitas diariamente.

Daí em diante, passaram a gravar cerca de duas horas por dia e as vozes começaram a ficar mais nítidas. Procuraram, então, aperfeiçoar a técnica, usando sistemas coadjuvantes, como o psicofone de Seidl, o diodo, o gerador de ruído branco e outros.

Com o tempo, chegaram à conclusão que: O sucesso depende muito mais da disposição dos operadores, do que da qualidade e sofisticação da aparelhagem.

Adolf Homes tornou-se o mais importante transcomunicador em toda a Alemanha. Os resultados em Rivenich são realmente fascinantes.

Fonte:Transcomunicação – Comunicações tecnológicas com o mundo dos “mortos” – Clóvis Nunes – Ed. Edicel.

 

Posts Relacionados